terça-feira, 15 de junho de 2010

Patriotismo Futebolístico


Um belo exemplar de lusitanus pimbalhus.


Os portuguêses têm as suas prioridades completamente baralhadas.

Quando chega alguma competição internacional de futebol, agitam-se freneticamente para apoiar a selecção (na prática, uma colecção de macacos habilidosos).

Mas quando políticos globalistas e desenvergonhados os entregam a países e instituições estrangeiras, destruindo ou diminuindo assim a sua independência política e permitindo a estrangeiros impôr-lhes medidas liberticidas, mal piam.

Mais sensato do que ir para Àfrica do Sul correr o risco de ser assaltado e morto por algum preto ressentido seria pegar na caçadeira meio-ferrugenta do avô e dar cabo de dois ou três canalhas merecedores cá da terra. Patriotismo por patriotismo, e se fôr para correr riscos, vá-se ao essencial...

...

Temos um povo idiota e sem espinha, capaz de se vender por uns subsídios/rebuçados. Temos umas elites traidoras, cínicas e sem qualquer patriotismo. Mas felizmente, também temos muitos patriotas da bola.

Este país é uma (tragi-)comédia.

PS: Ronaldo, deixa-te de vaidades e de mulas por uns tempos, e vê-lá se metes alguns golos.