terça-feira, 19 de abril de 2011

Inflação!

Base Monetária


A Fed, o banco central americano, aumentou tremendamente a base monetária (moedas metálicas+papel moeda) desde a sua criação. Desde a crise de 2008, especialmente, entrou num programa de inflação-moeda completamente louco, que põe em grande perigo o estatuto do dólar. Foram precisos só dois anos para aumentar a base monetária tanto como num século de actividade... Esta criação monetária só não teve maiores consequências em termos de inflação-preços porque os bancos aumentaram, simultâneamente, as suas reservas de depósitos. Isto teve como consequência pôr um travão ao fenómeno do multiplicador monetário, evitando à massa monetária total (base monetária + total de depósitos de vários tipos em instituições bancárias) explodir, o que teria criado um surto gigantesco de inflação.

Excesso de Reservas dos Bancos


Fica a pergunta: quando é que os bancos americanos recomeçarão a emprestar, diminuindo assim as suas reservas, e permitindo à inflação saltar de repente? E também: qual a situação na zona Euro, em que as políticas seguidas foram parecidas? Será que estamos sentados, também nós, sobre uma bomba-relógio?

Dados retirados do GaryNorth.com