sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Liberdade Democrática

O principal direito que o regime democrático trouxe ao país nos últimos trinta e cinco anos foi a "liberdade" de roubar - para o Estado, e a sua corte. E o seu corolário, para as pessoas produtivas, o "dever" de se submeter ao Estado tal um escravo.

Em troca desta roubalheira, as pessoas ganham o direito de ser chuladas, humilhadas e controladas por polícias e burocratas. E um ou outro "serviço público" de péssima qualidade, fornecido por funcionários públicos arrogantes e incompetentes.

Que subjugação mais abjecta.


(Note-se bem que a reportagem nem refere as "contribuições sociais", tanto as pagas pelos trabalhadores como as dos patrões, que constituem uma grande percentagem do rendimento da Máfia.)

Via Espectador Interessado.