segunda-feira, 15 de maio de 2017

Um Traidor

Um descendente de portuguezes que tomou partido contra os seus. Um creoulo que destrui o poder dos creoulos sobre a Guiné, e a entregou aos primitivos. Um homem que tomou armas contra os seus. Um homem que, por designio proprio ou pelas necessidades da guerra, mactou e mutilou os homens, as mulheres e as creanças do seu paiz, poluindo a sua terra com minas. Um homem que se financiou, que se treinou e que se armou juncto de potencias extrangeiras. Um agente consciente ou inconsciente do communismo. Um homem que fez guerra ao seu paiz a partir de nações vizinhas. Um homem que levou a sua terra a uma independencia de fracos no meio de gigantes hostis. Um homem que foi educado pelos brancos, e que beneficiou de Portugal como poucos africanos, tendo-lhes cospido em cyma em agradecimento. O parallelo oeste-africano do Mario Soares, do Agostinho Neto e do Samora Machel. Uma das personagens mais tragicas da historia de Africa occidental. Um falso heroe.

Assim foi o traidor Amilcar Cabral!