quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Catalanices

A aspiração mais importante do povo catalão, o uso da sua lingua propria e a sua não dissolução no seio do povo castelhano, está garantida ha mais de quatro decadas, com o uso da lingua catalã nas instituições da região. Hespanha impõe muitas leis, impostos e burocracias, mas não é nada que os separatistas catalães, todos da Esquerda socialista - e portanto, anti-liberal - não promovam elles proprios.

Dicto isto, a revolta catalã é completamente desnecessaria e illegitima. A maioria castelhana não faz nada aos catalães que justifique um divorcio.

Os separatistas pretendem ser democratas, quando não respeitam a maioria do povo hespanhol, que se oppõe à secessão catalã. Pretendem querer ser livres, quando o que querem é o poder sobre os muitos castelhanos (e catalães lealistas!) que vivem na Catalunha. Defendem uma republica catalã, e não uma monarchia catalã, o que é todo um programa politico (de Esquerda...). Não se assumem como nacionalistas, e que a sua lucta é a de um povo contra outro, porque isto fal-os-ia passar por maus da fita, nos tempos que correm. Mas nacionalistas são.

Emfim, estes nacionalistas catalães são uns bellos manhosos. Vão provavelmente ganhar na sua lucta, porque o rey de Hespanha não tem estomago para fazer o que se impõe para parar a revolta (impôr um governador castelhano, obrigar ao uso do castelhano nas instituições, prohibir as manifestações e os bloqueios de ruas, sob pena da mitralha dos militares). Vão ganhar, porque os partidos de Esquerda, a nivel hespanhol, na caça dos votos da Catalunha, vão mais tarde ou mais cedo conceder-lhe a independencia.

A unica coisa que conseguirão é fazer um Estado fraco entre a Hespanha e a França, sujeito ao primeiro abanão, e necessitado, como todos os Estados europeus, de se defender da immigração africana, principalmente de cariz islamico.